Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Gazeta de Carazinho
Segurança
Divulgadas cidades das vítimas do incêndio no Cetrat em Carazinho
As autoridades ainda não liberaram o nome das 11 pessoas que perderam a vida
Gazeta de Carazinho
por  Gazeta de Carazinho
24/06/2022 11:34 – atualizado há 38 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

As autoridades ainda não liberaram de forma oficial, o nome das 11 pessoas que perderam a vida no incêndio no Cetrat (Centro de Tratamento a Dependentes Químicos de Carazinho), apenas as cidades: Carazinho, Santa Cruz do Sul, Campos Borges, Vila Langaro, Espumoso, Não-Me-Toque, Constantina, Alto Alegre. As vítimas tinham entre 29 e 70 anos.

Algumas das vítimas, conforme informações dos bombeiros, foram encontradas em uma área de dormitórios e próximas às janelas, o que pode indicar que elas tentavam sair do local.

A parte consumida pelo fogo era de madeira. Ainda segundo os Bombeiros as janelas não tinham grades mas eram pequenas, por onde uma pessoa não conseguia passar.

Duas equipes de perícia criminal do IGP trabalharam no local. O objetivo da perícia é identificar vestígios que ajudem a compreender a causa e a dinâmica do incêndio. O laudo deve ser concluído em pelo menos 30 dias.

Foto: IGP/Divulgação

Famílias de pessoas que estavam em atendimento no Cetrat que vieram de outras cidades estão chegando a Carazinho desde a madrugada, tão logo souberam da tragédia.

O prefeito de Carazinho, Milton Schmitz , decretou luto oficial no município por três dias, em respeito às vítimas e seus familiares. "Carazinho vive um luto coletivo neste momento triste em que a tragédia se abate sobre famílias das vítimas", disse, em nota.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE