Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Saúde
Covid-19 ocupa 80% dos leitos de UTI adulto em SC
A última vez que o Estado havia atingido esse índice foi em 22 de julho de 2021.
NSCTotal
por  NSCTotal
28/01/2022 10:04 – atualizado há 19 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A ocupação dos leitos de UTI Adulto ultrapassou pela primeira vez, em seis meses, os 80% em Santa Catarina. Nesta quinta-feira (27), segundo dados do Painel do Coronavírus do NSC Total, 80,70% das unidades estão ocupadas, sendo que 261 são por pacientes com Covid-19. O levantamento dos números no Estado foi feito pelo jornal Diário Catarinense.

A ocupação dos leitos de UTI Adulto ultrapassou pela primeira vez, em seis meses, os 80% em Santa Catarina. Nesta quinta-feira (27), segundo dados do Painel do Coronavírus do NSC Total, 80,70% das unidades estão ocupadas, sendo que 261 são por pacientes com Covid-19.

A última vez que o Estado havia atingido esse índice foi em 22 de julho de 2021. Na ocasião, a ocupação era de 80,90%, com 689 pacientes com Covid-19. Vale lembrar que, nesta época, eram 1.515 leitos de UTI ativos no Estado, número que caiu para 1.037 atualmente.

Ainda de acordo com o Painel do Coronavírus, se levar em conta apenas os leitos destinados para tratamento da Covid-19, a maior taxa de ocupação está na Foz do Rio Itajaí, com 92,50%. Em seguida vêm o Planalto Norte e o Nordeste, com 80,77% e a Grande Florianópolis, com 70,27%.

Santa Catarina também registrou nesta quinta a maior ocupação geral de leitos de UTI desde julho de 2021. Atualmente, 81,91% das vagas estão indisponíveis.

Só em janeiro, Santa Catarina registrou um aumento de 36,18% no número de pacientes internados em leitos de UTI com Covid-19, segundo o Painel do Coronavírus. Nesta quinta-feira (27), 257 casos confirmados da doença estão hospitalizados no Estado. Este é o maior número de pacientes desde 14 de novembro de 2021, quando eram 255.

Se comparar com o início do mês, houve um crescimento de mais de 150 pacientes internados. Isto porque, no dia 1º de janeiro, eram 93, enquanto nesta quinta-feira, são 257 - um acréscimo de 164 pessoas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...