Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Política
Governador sanciona projeto que prevê criação de abrigos para mulheres vítimas de violência
A partir da publicação da lei no Diário Oficial do Estado, o governo poderá criar quantas casas de abrigo forem necessárias para suprir a demanda no Estado.
Assessoria Gov/RS
por  Assessoria Gov/RS
30/06/2021 21:48 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

O governador Eduardo Leite sancionou, na manhã desta quarta-feira (30/6), o Projeto de Lei 102/2019, que dispõe sobre a criação e regulamentação de casas de abrigo para mulheres vítimas de violência no Estado. Na mesma solenidade virtual, o governador sancionou o PL 234/2020, do Executivo, que autoriza a transferência de segmento da VRS-865 ao município de Picada Café.

“Mais uma vez nos reunimos para celebrar e publicizar a sanção de leis, que sempre faço questão, pois representam demandas de segmentos da sociedade e que receberam o aval do Parlamento. Hoje é ainda mais especial, pois temos um projeto importante, de relevância estadual, que é a criação de casas de abrigo para mulheres. Mais do que um projeto de governo, é um projeto de Estado, portanto, terá continuidade e, tenho certeza, trará avanços importantes no combate à violência e na assistência às mulheres”, destacou o governador.
Em solenidade presencial e virtual, governador Leite sancionou leis no Palácio Piratini - Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

De autoria do deputado Gaúcho da Geral, que esteve presente no Palácio Piratini, e aprovado por unanimidade pelos parlamentares, o PL 102/2019 prevê ainda assistência psicossocial e jurídica e o acolhimento dos filhos das vítimas de violência.

A partir da publicação da lei no Diário Oficial do Estado, o governo poderá criar quantas casas de abrigo forem necessárias para suprir a demanda no Estado. As mulheres acolhidas deverão receber toda a assistência necessária para a sua reintegração à sociedade. Atualmente, o Rio Grande do Sul tem 14 casas de abrigo e que, com a sanção do governador, passarão a ser regidas pela nova lei.

Participaram também os secretários Artur Lemos Júnior (Casa Civil), que esteve presencialmente, e, por vídeo, Regina Becker (Justiça, Cidadania e Direitos Humanos), Mauro Hauschild (Administração Penitenciária), Luiz Henrique Viana (Meio Ambiente e Infraestrutura), Danrlei de Deus (Esporte e Lazer) e o coronel Júlio César Rocha Lopes (Casa Militar e Defesa Civil).

Ambos os projetos sancionados devem ser publicados em edição extra do Diário Oficial do Estado.

PROJETOS DE LEI SANCIONADOS

PL 102/2019

Proponente: Gaúcho da Geral

Ementa: dispõe sobre a disponibilização e a regulamentação das casas de abrigo do Estado do Rio Grande do Sul para mulheres vítimas de violência doméstica e familiar.

Justificativa: o projeto defende a construção de casas de abrigo em número suficiente para suprir a real demanda das mulheres e tentar reduzir o índice de feminicídio no Estado. A partir da lei, o RS se obriga a construir casas de abrigo em número suficiente para suprir a real demanda das mulheres.

PL 234/2020

Proponente: Poder Executivo

Ementa: autoriza o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) a transferir ao município de Picada Café a titularidade de segmento da rodovia VRS-865.

Justificativa: o trecho a ser transferido se localiza desde o início até o km 3,57, totalizando 3,57 quilômetros, com a respectiva faixa de domínio e todos os ônus e deveres sobre o referido trecho. A rodovia é atendida pelo antigo programa BBD para melhoramentos de rodovias vicinais. É uma via de classe inferior, sem faixa de domínio delimitada ou desapropriada pelo Estado. Assim, a municipalização se torna de suma importância para os moradores de Picada Café, uma vez que a prefeitura passará a administrar o trecho como via urbana, facilitando a operação do trânsito e o desenvolvimento urbanístico e suas edificações lindeiras.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...